Anta da Arcaínha

 

DESIGNAÇÃO

Anta da Arcaínha

 

OUTRAS DESIGNAÇÕES

Dólmen do Seixo da Beira

 

CATEGORIA/TIPOLOGIA

Arqueologia / Anta

 

LOCALIZAÇÃO

DIVISÃO ADMINISTRATIVA

Freguesia do Seixo da Beira, concelho de Oliveira do Hospital, distrito de Coimbra

LOCAL

Carvalhal, freguesia do Seixo da Beira, concelho de Oliveira do Hospital

 

PROTEÇÃO

SITUAÇÃO ATUAL

Classificado

CATEGORIA DE PROTEÇÃO

Classificado como Imóvel de Interesse Público (IIP), de acordo com o Decreto n.º 42 692, DG, I Série, n.º 276, de 30.11.1959

 

CRONOLOGIA

Pré-história

 

ZEP

Dispõe de Zona Geral de Proteção de 50m

 

 

NOTA HISTÓRICO-ARTÍSTICA

O Dólmen do Seixo da Beira, também conhecido por Arcaínha, é uma sepultura de grandes dimensões, sendo composta por uma câmara de nove esteios, coberta por uma grande laje pesando cerca de 15 toneladas, à qual se acedia através de um corredor originalmente também coberto por lajes disposta na horizontal. A entrada era fechada por uma outra pedra funcionando como uma porta, a qual seria arredada aquando da necessidade de uma nova deposição.

 

 

Esta impressionante obra arquitetónica era envolta por um enorme volume de terra e pedras que, no momento final, adquiria a forma mamilar. Daí resultando a denominação popular de mamoa. O passar do tempo, a compaticidade dos sedimentos, a erosão e a ação humana contribuíram para que este montículo perdesse a sua monumentalidade.

 

 

O monumento terá sido construído há cerca de 6.000 anos, tendo nesta fase recebido um reduzido número de indivíduos ao longo de um curto período de utilização, findo o qual terá sido encerrado. Posteriormente, cerca de um milénio depois, ter-se-á verificado uma reutilização por outras gentes e por novos inumados, comunidades que nada tinham a ver com os primitivos construtores do monumento.

No decorrer dos recentes trabalhos de escavação (2008), foi possível verificar que num primeiro momento de utilização terão sido depositados no interior dólmen toda uma variada gama de objetos pertencente ao enxoval fúnebre, destacando-se a presença de micrólitos, lâminas e pontas de seta, em sílex, alguns utensílios em pedra polida e vasos cerâmicos de formas globular ou em calote. Aquando da sua reutilização, os inumados eram acompanhados por pontas de seta mais evolucionadas e sobretudo por recipientes cerâmicos providos de decorações muito específicas, denominados por campaniformes.

 

 

Os trabalhos de escavação e restauro permitiram a recolocação da pesada laje de cobertura, a qual se apresentava muito inclinada, assim como alguns dos monólitos da câmara e do corredor, parcialmente tombados, fraturados ou fragmentados. De igual modo se procedeu à reprodução parcial ou total dos esteios em falta, bem como ao alteamento colina artificial envolvente.

Additional Info

  • Latitude: 40.3230517
  • Longitude: -7.8334677
  • Morada: Carvalha, Seixo da Beira, Oliveira do Hospital

CONTACTOS

 

Username *
Password *
Remember Me