quarta, 02 novembro 2022 15:22

Município de Oliveira do Hospital renova o Galardão ECOXXI

O Município de Oliveira do Hospital foi novamente distinguido com o Galardão ECOXXI, implementado pela ABAE - Associação Bandeira Azul da Europa, que reconhece publicamente a adoção de boas práticas de desenvolvimento sustentável através da concretização de medidas, ações e políticas a nível municipal.

A Bandeira Verde foi entregue ao vice-presidente e vereador com o pelouro do Ambiente e Sustentabilidade, Nuno Oliveira na cerimónia de apresentação dos resultados das Candidaturas ECOXXI 2022 realizada no passado dia 27 de outubro em Valongo.  

O Município de Oliveira do Hospital vê reconhecida a “muito boa participação  empenho no Programa ECOXXI, superando os 70% em 2022”.

O ECOXXI avalia e reconhece o desempenho do município na construção da sustentabilidade e com este galardão, Oliveira do Hospital obtém a menção de “Município Verde Sustentável”, tendo vindo a obter os melhores resultados edição após edição, permitindo-lhe hastear, desde 2013, este galardão da sustentabilidade nos Paços do Município.

Refira-se que o galardão distingue boas práticas de sustentabilidade, valorizando um conjunto de aspetos considerados fundamentais à construção do Desenvolvimento Sustentável, alicerçados em dois pilares: “Educação no sentido da sustentabilidade” e “Qualidade ambiental” e, nesta edição, foram avaliados 22 indicadores que evidenciam boas práticas de sustentabilidade.

Com critérios cada vez mais exigentes para a atribuição dos galardões, Oliveira do Hospital, obteve também destaque nacional em vários indicadores, e de acordo com a ABAE é um dos municípios que figura no 'Top + em indicadores como: “Promoção da Educação Ambiental/EDS por iniciativa do município”; “Cidadania, Governança e Participação”; “Qualidade do Ar e Informação ao Público”.

Como nota o vice-presidente Nuno Oliveira, este resultado reflete o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo Município, na afirmação de Oliveira do Hospital como um concelho sustentável e com qualidade de vida – facto este que tem sido elogiado e reconhecido, sucessivamente, por diferentes entidades externas.

Refere ainda que este “terá de ser um trabalho contínuo, de compromisso e de envolvência por parte de todos, – autarquias, cidadãos e empresas – indo assim ao encontro dos novos desafios que já se nos deparam, os quais exigem uma ainda maior responsabilidade, capacidade de visão, sensibilidade, dimensionamento e proatividade, nomeadamente em áreas como a eficiência energética, no aproveitamento de águas pluviais e de resíduos, entre outras. Temos de ir à procura das melhores estratégias para o efeito, sempre alicerçados num planeamento global”.

Acrescenta o autarca que, “a economia circular será cada vez mais um contributo indispensável para uma melhor gestão generalizada e consequente rentabilização e racionalização dos nossos meios e recursos”, e sublinha que para isso “todos temos de caminhar num mesmo sentido afim de salvaguardarmos o nosso meio Ambiente, a vida de todos os seres vivos, onde nos incluímos”.

        

ptnlenfres

CONTACTOS

 

Username *
Password *
Remember Me