Município de Oliveira do Hospital comemorou Dia Internacional da Floresta Destaque

O Município de Oliveira do Hospital assinalou o Dia Internacional da Floresta com uma ação de reflorestação e de limpeza, em Avô, que contou com o envolvimento de crianças e jovens desde o 1.° ciclo do ensino básico ao ensino superior.

 

A iniciativa envolveu perto de meio milhar de participantes, entre alunos do 1.º ciclo ao 3.º ciclo do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital (AEOH), do ensino profissional da EPTOLIVA – Escola Profissional de Tábua e Oliveira do Hospital e do ensino superior da ESTGOH – Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital – estes dois últimos no âmbito da sua participação no programa Eco-Escolas – professores e funcionários das escolas, e elementos das várias entidades que compõem a Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios.

 

 

 

Os alunos das vinte e uma turmas participantes nesta ação plantaram carvalhos e medronheiros, no âmbito do projeto municipal "Plantar um Amigo" e em simultâneo foi feita a retancha e limpeza de outra zona do terreno, anteriormente, reflorestado, dando seguimento ao novo projeto ambiental "É Hora de Cuidar".

 

Através deste novo projeto da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, apresentado por ocasião do Dia da Floresta Autóctone, pretende-se proceder à limpeza dos vários povoamentos de floresta autóctone que têm vindo a ser plantados desde 2010 em diversos pontos do concelho.

 

Recorde-se que nos últimos sete anos, a autarquia tem investido na reflorestação com espécies autóctones tendo atingido os 25 hectares de terreno que foram repovoados com árvores.

 

Com este novo projeto, "É Hora de Cuidar", o objetivo passa por efetuar a limpeza dos vários povoamentos, envolvendo também os vários agentes e voluntários que têm colaborado com o Município, dando continuidade ao trabalho de proteção da floresta, como deram conta os vereadores, que acompanharam os trabalhos, Teresa Dias, Floresta e Desenvolvimento Rural; Graça Silva, Educação; e José Francisco Rolo, Ambiente.

 

Com o objetivo de promover a educação ambiental das crianças e jovens do concelho e a sensibilização para as questões do ambiente e da floresta, o vice-presidente da Câmara Municipal, José Francisco Rolo sublinhou a importância "de termos as escolas envolvidas a par de outras entidades" e da sociedade civil nestas iniciativas "pedagógicas", desde o seu arranque, em 2010.

 

Um trabalho que "é para continuar", como garantiu, agradecendo a todas as entidades envolvidas "que na prática integram a Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios, desde os bombeiros aos sapadores florestais e à GNR", disse o vereador do Ambiente, no dia em que foi também difundido um vídeo, nas redes oficiais do Município, que retrata a ação "Plantar Árvores, Fazer Florestas" ao longos dos últimos sete anos, através dos três projetos - "Semear para Crescer", "Plantar um Amigo" e "É Hora de Cuidar" - que acompanham o ciclo da floresta.

 

Também o professor Alberto Jorge Pereira, a acompanhar os alunos do CEF Operações Florestais do AEOH – que participaram na limpeza e retancha – referiu que estas ações permitem aos alunos do 1.º ciclo terem o gosto de plantar uma árvore e aos mais velhos de colocar conhecimentos em prática ao mesmo tempo que contribui para mudar mentalidades conferindo dignidade às profissões ligadas à floresta e à terra.

 

 

voltar ao topo